terça-feira, 30 de março de 2010

QUEM PAGA O QUÊ NO CASAMENTO???


Quem paga o quê no casamento?
Planejar uma festa de casamento pesa no orçamento de qualquer casal, então toda e qualquer ajuda é bem-vinda. Para não errar na medida, selecionamos algumas dicas do que cada um poderá arcar, lembrando que ninguém tem obrigação de contribuir, inclusive a idéia primeira de que os pais da noiva devem pagar o evento já caiu por terra, até porque hoje encontramos muitos casais que organizam todas as despesas sozinhos.
Em alguns casos encontramos alguns pais e padrinhos que querem ajudar a pagar algum tipo de serviço, se a pessoa for íntima e discreta, esse mimo deve ser aceito de bom grado pelo casal. E por falar em presente, outro mito é acreditar que todo e qualquer convidado têm obrigação de dar um presente, na verdade, existem especialistas que odeiam as listas, pois acham de mau gosto ter que levar uma lembrança apenas porque foi convidado para recepção.

Veja algumas dicas para cada parte:
- Pais da noiva:
Os mais tradicionais acreditam que eles têm obrigação de custear a comemoração, porém nem todos contam com orçamento disponível para tal. Mas se eles fazem questão, a dica será contratar o salão de festas e o buffet, foto e filmagem, afinal de contas ajudará bastante os noivos.
- Pais do noivo:
Se todos querem ajudar, sem problemas. Os pais dos noivos podem muito bem oferecer aos apaixonados a decoração do salão de festa, bolo de corte, e contratação de uma assessoria para festa, o som e a iluminação.
- O casal:
Despesas com o casamento civil, aluguel dos trajes (damas e pajens também), lembrancinhas, buquê da noiva, alianças, etc.
- Padrinhos, irmãos e amigos:
Um padrinho pode custear o transporte da noiva, e normalmente grande parte oferece eletrodomésticos essenciais para o dia-a-dia. Caso algum queira ajudar bancando algum serviço primordial para a realização da festa de casamento, com certeza será uma oferta feita de coração.

Obs.: caso os pais da dama se ofereçam para as despesas da criança, o que na verdade é sinônimo de educação, aceite, pois os gastos ñ estarão restritos apenas ao traje.

Nenhum comentário: